BDM >
Monografias de Graduação >
Administração >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10483/2970

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2011_EmilenyCarvalhodeSaAraujo.pdf496,38 kBAdobe PDFView/Open

Título: O modelo de gestão de desempenho adotado pelo Banco do Brasil : como o sistema adotado pode melhorar o desempenho e o desenvolvimento profissional de seus funcionários?
Autor(es): Araújo, Emileny Carvalho de Sá
Orientador(es): Chamon, Jean Marcel
Assunto: Gestão por competências
Desempenho
Desenvolvimento profissional
Data de apresentação: 26-Nov-2011
Data de publicação: 24-Fev-2012
Referência: ARAÚJO, Emileny Carvalho de Sá. O modelo de gestão de desempenho adotado pelo Banco do Brasil: como o sistema adotado pode melhorar o desempenho e o desenvolvimento profissional de seus funcionários? 2011. 52 f. Monografia (Bacharelado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Este trabalho consiste em avaliar a influência do modelo de Gestão de Desempenho por Competências adotado pelo BB no desempenho e desenvolvimento profissional dos funcionários e o grau de satisfação dos funcionários em relação ao modelo de gestão adotado. A pesquisa é de caráter descritivo e exploratório, e utilizou-se de questionário estruturado com questões fechadas para a coleta de dados primários quantitativos e qualitativos. A população foi constituída por 10 (dez) funcionários do Banco do Brasil da Agência Estilo Natal, lotados na plataforma da Agência Rio Branco. O estudo se inicia, com breves considerações acerca da noção de competências, Gestão de Desempenho e Gestão de Desempenho por Competências, com reflexões sobre suas definições, tendo por base a influência de diversos autores que se empenham para a consolidação dos conceitos de competências. Nessa esteira foi visto a relação entre a Gestão por Competências e a Gestão de Desempenho e a evolução, definição e caracterização da Gestão de Desempenho por Competências no Banco do Brasil, além de descrever o sistema GDP por Competências do BB. Os resultados mostram, de forma geral, ser positiva a percepção dos respondentes da pesquisa, sobre a influência do modelo de Gestão por Competências adotado pelo Banco, que consideraram um instrumento importante para a avaliação de desempenho e desenvolvimento profissional dos funcionários. Dentro do universo pesquisado, 50% dos respondentes concordaram que houve grandes mudanças após a implantação do modelo, e 60% concordaram que o sistema influenciou positivamente na capacitação e ascensão profissional. Contudo o estudo indica que a maioria (40%) dos respondentes discorda que o instrumento possibilita que sejam percebidos o entusiasmo, a colaboração e dedicação dos funcionários ao seu trabalho, e 60% dos respondentes não estão satisfeitos com o modelo de gestão adotado. Concluindo, observou-se que a Gestão de Desempenho por Competências veio para ficar, pois se entende que o funcionário que possuir mais competências agrega mais valor para si e mais resultados à organização e, por outro lado a empresa tem interesse de fomentar um aperfeiçoamento contínuo e permanente de seus profissionais.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Administração, Curso de Graduação em Administração à Distância, 2011.
Aparece na Coleção:Administração

Este item está licenciado na Licença Creative Commons
Creative Commons

Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
Fale conosco  |  Estatísticas
Copyright © 2008 MIT e HP. Todos os direitos reservados.